Ecopsicologia: reconexão com a natureza de dentro e de fora

[post publicado em primeira mão no site Jardim do Mundo]

“Nas coisas mais simples está o sentido da vida” (frase de Clarice Lispector, se não me engano…)

As melhores experiências da minha vida eu tive fazendo camping selvagem, ou em praias com bem pouca civilização… fazendo relações de qualidade com pessoas incríveis e com a natureza…

Eu adorava esse tipo de viagem, mas não entendia porque me fazia tão bem. Foi quando eu descobri a Ecopsicologia que a ficha caiu.

Neste artigo vou explicar o que é a Ecopsicologia e porque essa disciplina é imprescindível no mundo atual, onde a maior parte das pessoas esqueceu ser parte integrante da Terra e da natureza.

Buscando à Mim Mesma, Descobri a Ecopsicologia

Depois de uma infância e juventude repleta de lindos momentos em uma natureza quase incontaminada, eu cresci, fiz universidade, fui morar na Itália. Me distanciei por um tempo das viagens e lugares com forte contato com a natureza.

Amigos na natureza

Casei e tive meu primeiro filho. Esse foi um momento muito difícil emotivamente, pois eu estava vendo tudo cinza e sem perspectivas positivas para o meu futuro.

Mas apesar de duro, foi crucial pois me fez questionar quem eu era realmente e o que eu queria de fato para a minha vida.

Nesta busca por mim mesma, e pelo sentido da vida, eu encontrei na internet a palavra Ecopsicologia. Ela capturou imediatamente a minha atenção e me identifiquei totalmente.

Era isso! Crescimento pessoal aliado à natureza!

A minha infância e meus momentos mais significativos voltaram a fazer sentido!

Me inscrevi no curso de Marcella Danon na Itália, e me encontrei.

Menina sentindo o vento

Entendi porque o contato com a natureza é tão importante não só para o crescimento interior, mas para o mundo atual.

Terminei o curso e daí então passei a me dedicar a divulgar esse conhecimento maravilhoso para a natureza interior e exterior.

O que é a ECOpsicologia?

A Ecopsicologia é uma disciplina prática e de estudo que parte do pressuposto que o contato direto com o ambiente natural estimula a relação com as partes menos conhecidas e mais vitais de nós mesmos.

Esses elementos são indispensáveis para a completa realização pessoal.

Por isso, promove um caminho de crescimento pessoal que evidencia a autenticidade e os reais propósitos de vida de cada um, conectando-os a uma consciência ambiental que nos faz reencontrar a nossa ligação com o mundo. Assim, enfatiza um diálogo com os aspectos mais profundos do mundo natural.

É fundamental reconhecer que:

“O ambiente natural é parte da nossa história… é parte de nós. O nosso bem-estar individual e social, a nossa sobrevivência, são profundamente ligados ao ambiente” (Marcella Danon)

Uma Cura para o Mal-Estar da Alma

No mundo cada vez mais moderno, no qual a vida aparentemente é sempre cada vez mais confortável e mais fácil, de fato observamos um mal-estar sutil na vivência.

E não é somente o mal-estar dos pobres ou dos que não tem recursos pra usufruir de todo esse conforto…

Mas é um mal-estar na alma, um senso de perda de sentido, de falta de capacidade de entender quem sou eu.

Natureza versus sociedade

Uma perda de raiz e de conexão com aquilo que somos como indivíduos e como seres humanos.

A Ecopsicologia propõe uma cura para essa fratura entre os seres humanos e natureza.

Recuperar a Ecologia e a Psicologia

“O adoecimento da sociedade e da cultura se expressa no adoecimento das pessoas. O mesmo se dá em relação à natureza. O adoecimento da natureza expressa o adoecimento das pessoas, da sociedade e da cultura” (Marco Aurélio Bilibio)

Mulher na natureza

Ao perder a conexão com o ambiente, ou seja, com as nossas raízes, a nossa origem, perdemos também a nossa capacidade de entrar em contato com o nosso ambiente interno, com a nossa raíz interior, com a nossa alma.

Por isso, é importante trabalhar tanto com o componente psíquico como com o ecológico, para sanar nosso equilíbrio interior.

Tem um paralelo: quanto mais entramos em contato com a natureza interna, mais somos capazes de entrar em contato, de entrar em ressonância, de desejar somente ter esse contato com a natureza externa.

E vice-versa, ou seja, quanto mais entramos em contato com a natureza externa, encontramos mais facilidade de entrar em contato com nossa natureza interna.

Do Ego ao Eco

Por isso a Ecopsicologia propõe uma passagem do Ego ao Eco, incentivando a idéia de que precisamos assumir a identidade de “cidadões terrestres”.

É entender que a Terra é a nossa casa, e que não pertencemos somente à um país ou continente, mas à um Planeta.

Assim, passamos de uma visão Egocêntrica que coloca o homem no topo da pirâmide. Essa visão vê o homem como superior à todos os outros seres vivos, e que prepotentemente vê à Terra como um instrumento à ser explorado indiscriminadamente.

Se passa então à uma visão Eco-sistêmica, na qual os seres humanos fazem parte do todo. Eles se vêem em uma posição de cooperação, e não de competição, com as outras espécies e com o planeta.

É uma passagem importante para notar que a Terra é um ser vivo do qual fazemos parte, que precisa ser cuidado com amor.

 

Ego versus Eco

A idéia de Cidadania Terrestre vê a Terra como uma astronave sobre a qual estamos viajando, e que tem uma bagagem/ recursos finitos. Tudo que existe na Terra compõe este ser maior que é este planeta que está viajando pelo espaço, e nós estamos viajando junto com ele.

Esse conceito de “cidadania Terrestre” foi conceituado pela primeira vez por Edgar Morin no livro “Terra Patria”.

Esse momento que vivemos requer esse salto de consciência de Ego à Eco para a sobrevivência da espécie. Essa idéia se contrapõe à idéia de crescimento/desenovlvimento econômico infinito, que é o modo no qual o nosso sistema econômico funciona até hoje.

Despertar da Natureza de Dentro

“Entender  ‘quem sou’… è somente o primeiro passo para responder um quesito ainda mais urgente: Como dar um significado mais elevado à minha existência para me sentir útil à vida?” (Marcella Danon)

Superação

Trabalhar sobre esta pergunta: “quem sou eu”, é um passo importante para entender como se colocar à serviço da vida. Colocar-se à serviço de maneira a realizar todas as potencialidades de cada um, com entusiasmo, paixão pelo que se faz. E realmente entender o que viemos fazer aqui na Terra.

A Ecopsicologia se propõe como uma via de facilitação à essa redescoberta de si. E o ambiente natural é um importante aliado nesse processo.

Despertar para a Natureza de Fora

Amigos da natureza

Re-conectar com a natureza externa quer dizer despertar percepções sensoriais, observar as emoções, ter atenção aos detalhes, à capacidade de se maravilhar, a curiosidade e empatia em relação à diversidade…

Perceber a diversidade ambiental como uma ocasião de maravilha, com entusiasmo, e não com medo ou temor.

É estabelecer um diálogo com o mundo. Compreendendo suas mensagens. Sentir-se parte da Terra e entender o que a vida quer da gente.

Entenda o seu Bem-Estar Ecológico

A Ecopsicologia revela a conexão com a tua verdadeira natureza. Ela pode (e deve) se expandir para a natureza de fora.

Ter uma forte conexão com a natureza de dentro e de fora nos ajuda a enfrentar as dificuldades da vida com muito mais fluidez e serenidade.

E é possível entender o seu bem-estar ecológico. Tem  um teste bem legal que indica qual o seu grau de conexão com a natureza interior e exterior.

Se você quiser entender melhor o quanto você está conectado com a natureza de dentro e de fora, faça agora o teste (em poucos minutos):

Clique e inicie agora o teste “Qual é o seu grau de conexão com a natureza interior e exterior?“!

 

Forte abraço

Valeu!

A sua Grandeza É a sua Natureza! 

Isa Gama

Fundadora do Desenvolvimento Natural

There was an issue loading your timed LeadBox™. Please check plugin settings.

Deixar uma resposta